1/19

DESTAQUE:  EPIFÂNIO

Este filme é sobre a relação com a minha avó, atravessada,especialmente, por questões do universo feminino – identidade, vaidade, casamento, amor, maternidade. Tudo parte da rotina cotidiana da Vovó Marta, de seu tempo presente, e de suas memórias sobre a relação com Epifânio, o único amor de sua vida, que nunca foi avô. Essa história de amor é reconstituída exclusivamente pelas fabulações de Marta, em sua condição irrevogável de viúva e por tudo o que significa esse casal ter comido no mesmo prato durante toda a vida, até Epifânio ter sido arrancado dela, no dia de sua morte sem explicação.Também motivada pela urgência dos últimos anos de vida de minha avó, entrego-me como artista a uma experiência de investigação afetiva sobre quem é esse homem amado que deveria ter sido meu avô.

 

O amor é um cabra tão malvado. A gente espera que o amor seja bom até o fim.